Social:

[Profile] aiko

aiko


Nome Verdadeiro: Yanai Aiko (柳井愛子)
Nome Artístico: aiko
Nascimento: 22 de novembro de 1975 (Escorpião)
Local de nascimento: Osaka, Japão
Tipo de sangue: AB
Altura: 152 cm / 5'0"

Aiko (Aiko Yanai (柳井愛子 Yanai Aiko)) é uma cantora e letrista de JPop.

aiko estudou no Colégio de música de Osaka e se tornou DJ na rádio FM de Osaka de 1996 depois de se formar. Apesar de só ter se lançado oficialmente no verão de 1998, a jovem cantora já havia lançado dois mini albuns. Com seu debutm Ashita, aiko ganhou maior reconhecimento. Apesar de seu single ter ficado na #89 posição, permaneceu nos charts durante cinco semanas e vendeu mais de 10 mil cópias.

aiko voltou em 1999 com seu segundo single, Naki Mushi, que foi hit moderado. Primeiramente ele mal chegou a passar seu debut, mas depois subiram as vendas e ele chegou ao #26 e foi capaz de vender mais de 50 mil cópias. Não muito depois ela lançou seu álbum debut, Chiisana Marui Koujitsu. Apesar de ter começado mal, o álbum foi capaz de subir ao #30 nos charts e depois de 28 semanas vendeu mais de 120 mil cópias. Cinco meses depois ela lançou seu primeiro hit. Hanabi, seu terceiro single, também começou devagar nas vendas, mas logo chegou ao top 10 e vendeu mais de 210 mil cópias. Ela conseguiu um grande reconhecimento graças a forte propaganda e logo aiko se encheu de fãs. Ao fim do ano, a jovem lançou seu quarto single, Kabuto Mushi, que provou ser um hit ainda maior, chegando a #8 posição e vendendo mais de 240 mil cópias.

Para começar o novo milênio, aiko lançou um single limitado em fevereiro para comemorar as flores de cerejeira. Apesar de não ter chego ao top 10, o single alcançou a #12 posição e chegou a vender mais de 130 mil cópias. Aquele parecia ser um bom ano para ela, que apenas um mês depois lançou de seu single. Com maior popularidade, o álbum ficou em  #1 e depois de ficar nas paradas por um ano, vendeu 1.400.000 cópias, sendo até hoje seu álbum mais vendido. Depois de seis meses promovendo o álbum, lançou então seu maior hit. Começando na #2 posição, Boyfriend se provou um hit instantâneo e vendeu mais de 520 mil cópias. No fim do ano lançou ser primeiro DVD de show e de PVs, Utau Inu e Love Like Pop. O primeiro trazia todos os clipes lançados até então e o outro seu primeiro live.

2001 se provou um ano ainda melhor que o anterior. Lançando uma balada midtempo, Hatsukoi, no começo do ano. Vendendo 320 mil cópias no total, o single alcançou a #3 e se tornou o single com melhor venda na primeira semana. Assim como no ano anterior, ela lançou um single um mês antes do lançamento de seu  terceiro álbum que saiu em maio. Rosie conseguiu a #2 colocação e vendeu 140 mil cópias no total, tornando-se outro hit. No mês seguinte aiko lançou Natsufuku. Alcançando o #1 lugar, Natsufuku vendeu perto de 980 mil cópias no total com a ajuda dos singles e da faixa promocional Hikouki. Depois de cinco meses lançou o single Oyasuminasai no fim do ano, cujas vendas atravessaram 160 mil cópias e conseguindo o #2.

Para começar 2002, aiko lançou outro DVD live, Yuraku-cho de Aimasho ~ Love Like Pop Vol.6. Não muito depois aiko lançou Anata to Akushu, uma faixa pop upbeat. O single trouxe o declínio das vendas de aiko, o que foi também uma tendência da indústria fonográfica no geral. Conseguiu a #6 posição e vendeu perto de 100 mil cópias. No verão de 2002 ela lançou o single Kondo Made ni wa, uma balada pop mais sombria. Apesar de conseguir a #3 posição, o single falhou em atingir as 100 mil cópias vendidas, conseguindo a marca de apenas 90 mil. Isso provavelmente foi o que influenciou as vendas de seu álbum seguinte, Aki, Soba ni Iru yo, que teve uma performance mais fraca que os dois anteriores, que haviam sido um verdadeiro sucesso. Apenas conseguindo o #2, o álbum vendeu metade do total de vendas de Natsfuku, mesmo tendo a ajuda das promoções da track Manto.

Depois de uma apusa de meio ano, os fãs estavam animados para o lançamento de compilação de MVs dos dois últimos álbuns, Utau Inu 2. Um mês depois, em abril, ela voltou com o single Chou-chou Musubi. Apesar de ter conseguido a #4 posição, mostrou um leve aumento em suas vendas, com 120 mil cópias. Em agoto do mesmo ano, lançou outro single, chamado Andromeda, uma light pop track utilizada como tema do anime, Massugu ni Ikou. O single foi melhor que o anterior, conseguindo o #3 lugar e vendendo 135 mil cópias. Ela não parou por aí, e no início de novembro Eriashi foi lançada, uma balada de transição do outono para o inverno. Durante o seu lançamento a performance nas vendas não foi muito boa por causa do lançamento de seu álbum já ser muito próximo. Ainda assim ficou com a #5 posição e vendeu 90 mil cópias. Akatsuki no Love Letter foi lançado logo depois. O mais supreendente é que o álbum foi muito melhor nas vendas que seu anterior. Retornando a #1 posição, o álbum conseguiu vender 515 mil cópias, o que fora uma ótima marca, visto o declínio de vendas que vinha acontecendo ano pós ano.

Para 2004, aiko decidiu começar com um lançamento duplo. No meio de abril o DVD live Love Like Rock foi lançado e pouco depois, no mesmo mês, seu 15th single foi lançado. Kaban, uma upbeat pop track com arranjos com instrumentos de corda, tornou-se um hit decente. Conseguindo o #3 lugar e vendendo 95 mil cópias. Cinco meses depois Hanakaze foi lançado. O single provou-se um sucesso com a #2 posição e vendendo 115 mil cópias. Surpreendendo, aiko decidiu ir mais devagar e 2004  tornou-se o primeiro ano desde 1999 que um álbum não foi lançado.

Os fãs não ficaram desapontados pois 2005 foi um ano repleto de lançamentos. Em fevereiro foi lançada a balada Mikuni Eki. Conseguiu uma boa posição, em #2 lugar e vendendo 93 mil cópias. Um mês depois saiu Yume no naka no massugu na michi, com a ajuda de Smooch!, para faixa promocional, o álbum conseguiu a #1 posição e mostrou um leve declínio de vendas, chegando perto de 470 mil cópias. Em maio, o DVD live DVD LOVE LIKE POP foi lançado e no mês seguinte versões SACD Hybrid foram produzidas. aiko não parou por aí, e no início de agosto Kirakira apareceu como grande hit. Como tema do dorama Gambatte Ikimashoi, esse se provou o maior sucesso de aiko desde Hatsukoi em 2001. Conseguindo o #2 lugar, o single foi fortemente bem nos charts e passou as 210 mil cópias vendidas. Mesmo com um single com grandes vendas, aiko terminou seu ano lançando Star. Lançado no final de novembro, o single competiu com com o lançamento de Ayumi Hamasaki, "Bold & Delicious" pela primeira colocação. Ficando atrás com uma diferença de apenas 10 mil cópias, o single ainda foi capaz de vender 113 mil cópias até o final da "competição".

2006 começou devagar e foi um dos anos menos ativos de aiko em termos de lançamento. Em julho foi lançado Kumo wa Shiro Ringo wa Aka was, um mês antes de seu álbum de estúdio. Apesar de conseguir o #3 lugar, o single perdeu a marca de 90 mil cópias por pouco menos de 1000 cópias. Kanojo então foi lançado um mês depois e foi muito bem. Com a #1 colocação e 450 mil cópias vendidas, o álbum mostrou fortes vendas para aiko. Um mês depois, outra compilação de video clipes foi lançada, Utau Inu 3, contendo vídeos dos álbuns Akatsuki no Love Letter e Yume no naka no massugu na michi.

Em março de 2007, aiko lançou o DVD live de 10th anniversary, LOVE LIKE POP add. 10th Anniversary. No mesmo dia relançou seu debut single, Ashita. Essa versão consguiu a #16 posição nos charts e desde então tem combinado com as vendas do original, essa nova versão vendeu 29 mil cópias. Poucos meses depois Shiawase foi lançado. Com o #2 lugar, o single mostrou um leve declínio de vendas, conseguindo comercializar 95 cópias. Três meses depois seu primeiro double A-side foi lançado. Hoshi no Nai Sekai / Yokogao deu a aiko a #2 posição e com a ajuda das propagandas, o single vendeu mais de 110 mil cópias. Como em 2004, aiko não lançou álbum nesse ano.

No meio de março de 2008, Futari foi lançado. Conseguindo a #3 posição, o single vendeu apenas 82 mil cópias, tornando-se sua pior vendagem desde seu segundo single. Apenas um mês depois ela lançou seu oitavo álbum de estúdio, Himitsu. Esse álbum foi tão ruim quanto seu álbum de 2002, "Aki, Soba ni Iru yo". Mesmo conseguindo o #2 lugar, o álbum mostrou uma boa baixa nas vendas, conseguindo apenas 250 mil cópias até o fim do ano. Isso foi uma queda de 200 mil cópias em comparação com seu álbum anterior. Três meses depois lançou KissHug. Utilizada como insert song para Hana Yori Dango Final, o single pegou a #2 posição e vendeu aproximadamente 105 mil cópias, uma decente subida em comparação ao seu single anterior. aiko terminou os lançamentos de 2008 por aí.

2009 se provou outro ano devagar para aiko. Começando com deu 25th single, milk/Nageki no Kiss, aiko conseguiu o #1 lugar nos charts da Oricon. O single vendeu 102 mil cópias e se tornou o 57th melhor single vendido do ano. Não muito depois ela lançou DECADE, um DVD com performances ao vivo dos concertos de Love Like Pop vol.11.5 e Love Like Aloha vol.3. A segunda metade do ano nos trouxe uma nova canção de aiko, Ano Ko no Yume, que foi utilizada para o drama de TV Asadora. Não havia certeza então se a canção seria lançada fisicamente. Um mês depois ela embarcou na sua turnê Love Like Pop Vol.12.

Links Oficiais: