LETRAS . TRADUÇÕES . REVISTAS

       
 

Se inscreva para receber novidades

* indicates required

Powered by MailChimp

Textual description of firstImageUrl

KAMI VOICE! - Os dubladores no mercado musical (1)

Nana Mizuki

De membros dos bastidores a personagens principais na divulgação de animes, os dubladores japoneses – ou seiyuus [声優] – passaram a ter muito mais atenção tanto por parte das próprias gravadoras e agências quanto dos ávidos fãs, os quais propiciam a esses artistas multitalentos um lugar garantido entre os dez mais vendidos no mercado musical japonês.
Foi a partir dos anos 70 que os artistas contratados especialmente para interpretarem os temas dos animes começaram a ceder espaço para dubladores, os quais também começavam a ganhar atenção por meio das character songs – canções compostas por profissionais e que são interpretadas pelo dublador com a voz do personagem que ele mesmo dublou. Até então, quem detinha os direitos de venda da trilha sonora dos animes eram as próprias produtoras – até que, com o sucesso de animes como Uchuu Senkan Yamato, aumentou o interesse do público por detalhes de produção, o que inclui as BGMs e as vozes por trás dos personagens.


Ta_2 da OLDCODEX
Tatsuhisa Suzuki (OLDCODEX) 

No período entre as décadas de 70 e 90, o número de dubladores que investiam na carreira musical também cresceu – assim como os interessados em seguir esse caminho. Aki Yamasaki, em seu ensaio no livro “Made in Japan: Studies in Popular Music” (Feito no Japão: Estudos sobre Música Popular, sem tradução oficial para o português) diz que “Em outras palavras, a dublagem em anime passou a ser socialmente reconhecida como uma categoria profissional, e esta é a principal característica desse período”. Mais especificamente, em meados da década de 80, as gravadoras passaram comprar os direitos de venda das BMGs: este seria um método para garantir lucro mesmo depois do período de exibição dos animes.
O reconhecimento do dublador como profissional recebeu mais impulso, porém, em meados da década de 90. Cantando músicas criadas por compositores profissionais, os dubladores passaram a lançar álbuns próprios, distanciando sua carreira musical de seus papéis nas animações – o que possibilitou o interesse de outros públicos além daqueles que pertenciam ao círculo de fãs de anime. Também neste período, os dubladores começaram a participar mais ativamente de outras mídias, e a música deixou de ser uma atividade paralela para se tornar tão importante quanto sua própria atuação.





Atualmente, há escolas específicas para aspirantes a dubladores e que incluem também formação musical para aqueles com interesse ou com potencial para esta opção. Segundo Aki Yamasaki, pode-se afirmar que é a partir dos anos 2000, com o anime Love Hina, que parte do público consumidor começou a escolher a qual anime assistir com base também no elenco de dubladores, que têm formação e status quase iguais aos dos idols – e, no fim das contas, tornaram-se também propaganda dos animes quando antes eram apenas parte do suporte.

Mamoru Miyano


Esta foi apenas uma breve introdução sobre a importância da figura do dublador, não só em sua função “principal”, mas também como um dos artistas mais completos do Japão. Serão citadas algumas das figuras mais conhecidas – tanto por sua voz característica quanto pelo alcance que suas músicas têm tido até agora. Preparem-se, então, para saber um pouco mais sobre alguns dos artistas mais versáteis do outro lado do mundo!

Todas as referências são do artigo “The Emergence of Singing Voice Actors/Actresses: the Crossover Point of the Music Industry and the Animation Industry” de Aki Yamasaki, no livro Made in Japan: Studies in Popular Music

Share on Google Plus

About Mai

Fã de Jpop, KPop e Mandopop, cujo desejo sempre foi o de divulgar a música asiática e possibilitar que seus fãs tivessem acesso a traduções.